Carlos Vergara e Roberto Magalhães abrem exposição histórica na Galeria Mul.ti.plo

Compartilhe

Foi uma noite histórica na galeria Mul.ti.plo. Roberto Magalhães e Carlos Vergara, dois expoentes da arte contemporânea brasileira, prestes a completar 80 anos, abriram ontem uma exposição em conjunto: “Paralelos”. Estava difícil transitar na galeria com tanta gente. Famosos do mundo das artes como Cildo Meireles, Beatriz Milhazes, Ernesto Neto, Luis Camilo Osório, Lia do Rio, Wanda Klabin, Daniel Feingold, Zezé Polessa, Walter Carvalho, Valéria Costa Pinto, Murilo Salles e Luís Áquila marcaram presença. Um dos pontos altos da noite foi a performance surpresa do artista Cabelo, que leu em voz alta a obra “Pergaminho” (caligrafia com caneta marcadora indelével sobre papel), de Roberto Magalhães, um grande desenho realizado apenas com escrita, uma das características da obra do artista. Ao final, Vergara, sempre alegre e expansivo, fez uma homenagem ao discreto e tímido amigo desde a adolescência. “Só os gênios tem a capacidade de fazer algo assim. Roberto, eu sei quem é você, tá? Eu sei!”, disse seriamente, olhando para o introspectivo Roberto. Maneco Muller, sócio da galeria, com os olhos marejados, estava emocionado com o encontro histórico na galeria.

In this article
error: Content is protected !!